fbpx
PUBLICIDADE


Kim Kataguiri desafia Eduardo Bolsonaro a debate sobre polêmica da lei contra divulgação de denúncias falsas

Os dois entraram em choque depois que Eduardo acusou Kim de estar favorecendo a punição de quem supostamente publicar “fake News” e ajudando a esquerda

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/Facebook

O trecho do projeto de lei que estabelece penas para a divulgação de denúncias falsas contra adversários eleitorais continuou a gerar atritos nesta quinta-feira (29). Os deputados Kim Kataguiri (DEM-SP) e Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) trocaram farpas nas redes sociais e Kim desafiou o filho do presidente a um debate.

Tudo começou porque Eduardo Bolsonaro publicou em seu Twitter uma dura crítica a Kataguiri. Ele parabenizou ironicamente o parlamentar ligado ao Movimento Brasil Livre por “ter viabilizado esse instrumento que vai calar exatamente aqueles que não divulgam fake News”. Bolsonaro arrematou: “a esquerda comemorou no plenário, será por quê?”.

 


PUBLICIDADE



Já Kim Kataguiri reagiu respondendo que a esquerda comemora todo veto derrubado e Eduardo reclamou porque “não leu o projeto, aliás, nem estava no plenário durante a discussão, como nunca está. Se era contra, por que não participou do debate? Por que não foi virar votos a favor do veto? Férias pré-embaixada?”. Ao mesmo tempo, o site BRPolítico apurou que Jair Bolsonaro apoiou a lei a que impôs o veto, quando era deputado. [1]

Kataguiri ainda desafiou o deputado a um debate sobre o assunto, tanto através de posts nas redes sociais quanto da tribuna do Parlamento. “Pessoalmente, (Eduardo) não tem a mesma coragem. Muitas horas atrás, coloquei um desafio para que ele estivesse aqui, e sei que ele está na casa, sei que ele está em Brasília, e coloquei que ele estivesse hoje aqui às 14h, esperei 54 minutos e 45 segundos e o deputado não teve a coragem de aparecer porque é um covarde que não leu o mérito do projeto e sabe que está errado”. Confira o vídeo:

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.