fbpx
PUBLICIDADE

Livres oferece ajuda para evento receber Miriam Leitão e critica ‘intolerância e truculência’

Associados do movimento suprapartidário estão se organizando para oferecer auxílio ao evento no que for necessário para receber os convidados
Miriam Leitão (Foto: Reprodução / TV Foco)

Miriam Leitão (Foto: Reprodução / TV Foco)

O movimento Livres se manifestou nesta quarta-feira (17) a respeito das manifestações virtuais que reivindicaram que a jornalista Miriam Leitão e seu marido, o sociólogo Sérgio Abranches, não pudessem participar da Feira do Livro de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina. Eles defenderam a ida dos dois ao evento.

Sob a manchete “Caso Miriam Leitão: os intolerantes não podem vencer”, o associado do movimento que reside na própria cidade de Jaraguá, Gabriel Fellipi, ressaltou que os organizadores da feira retiraram o convite aos dois alegando não ter condições de garantir suas integridades físicas.  [1]

“A segurança em manifestar opiniões contrárias é condição necessária da democracia liberal. Ao ameaçar a vida daqueles que contestam o governo, mata-se a democracia”, comentou Fellipi. Ele avaliou que “um pequeno grupo de radicais” organizou um abaixo-assinado contra a presença da jornalista “por seu viés ideológico e posicionamento”.





O movimento Livres manifestou “total solidariedade a Miriam Leitão e Sérgio Abranches e o mais absoluto repúdio à censura, intolerância e truculência”. Já Fellipi sustentou que Leitão é perseguida por atacar “as pataquadas autoritárias e bizarras do governo” e por “sua denúncia dos horrores dos porões da ditadura”.

Reação

Gabriel Fellipi escreveu ainda que o Livres se coloca à disposição para “ajudar com o que for necessário para garantir a segurança dos participantes”. Concluiu que “a comissão organizadora pode contar” com sua “ajuda para vencermos essa onda de ódio e intolerância”.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama