fbpx
PUBLICIDADE


Sérgio Moro se licenciará do cargo de Ministro da Justiça, diz Diário Oficial

Afastamento provisório de uma semana terá início na próxima segunda-feira (15) e deve durar até sexta-feira (19); motivo alegado teria sido “razões particulares”, mas especula-se que pode estar associada a ação da PF

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/NBR

O ministro Sérgio Moro, da Justiça e Segurança Pública, se licenciará do cargo entre os dias 15 e 19 de julho. A licença será não remunerada e já foi aprovada pelo presidente Jair Bolsonaro. A informação foi publicada nesta segunda-feira (8) pelo Diário Oficial da União e repercutida entre os principais veículos de imprensa do país. A justificativa da medida seria para “tratar de questões particulares”. [1][2]

O afastamento, ainda que provisório, ocorre em meio a uma série de denúncias atreladas à sua postura como juiz da Operação Lava Jato. Vazamentos de diálogos atribuídos ao hoje ministro tiveram início no começo de junho pelo site The Intercept e, depois, com a parceria de outras publicações, como o jornal Folha de S. Paulo e a revista Veja.


PUBLICIDADE



Alguns veículos da imprensa especulam que o afastamento de Moro pode estar ligado a uma provável ação da Polícia Federal contra hackers e pessoas ligadas aos vazamentos dos diálogos. Outros, no entanto, afirmam que a saída se dá para férias familiares. [3][4][5]

+ Sérgio Moro avalia que ‘The Intercept’ tentou provocar busca e apreensão

+ Contra Maduro, Lava Jato teria vazado informações irregularmente, diz Intercept

+ Em matéria, ‘Intercept’ sugere que Moro se preocupou com denúncia contra FHC

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.