fbpx
PUBLICIDADE


Bolsonaro, em gesto incomum, prestigia celebração da independência dos EUA

O presidente brasileiro normalmente não comparece à cerimônia, que é um dos eventos mais tradicionais do circuito social em Brasília

- Publicado no dia
Celebração da independência dos EUA em Brasília (Foto: Reprodução / Agência Brasil)

Tradicionalmente, a embaixada dos Estados Unidos em Brasília celebra com uma festa a independência daquele país todo dia 4 de julho. Desta vez, o evento foi adiantado para a noite da quarta-feira (3) – mas não foi só isso que foi incomum. Em gesto raro, o presidente brasileiro compareceu à cerimônia e discursou.

A cerimônia começou com um coral entoando os hinos nacionais de Brasil e Estados Unidos, seguidos da exibição de um vídeo mostrando episódios da relação bilateral entre os países ao longo da História, ressaltando os movimentos recentes de aproximação entre Bolsonaro e Donald Trump. A presença do líder brasileiro é mais uma demonstração da importância especial que ele dá a essa parceria.

Os discursos enfatizaram as relações comerciais e a luta pela democracia, especialmente na ajuda humanitária oferecida à Venezuela.  O ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, disse que os Estados Unidos se destacavam como uma grande nação pelo seu “amor à liberdade” e que o presidente brasileiro tem na “paixão pela liberdade o centro de sua mensagem”.

Em seu discurso, o presidente disse que EUA e Brasil sempre estiveram juntos “nos momentos mais difíceis’, frisou que “a liberdade não tem preço” e que muitas vezes “tem mais valor que a própria vida”. Bolsonaro voltou a comparar a oposição que sofreu durante a campanha eleitoral com a oposição sofrida por Donald Trump e agradeceu o apoio do presidente americano ao ingresso na OCDE e à configuração do Brasil como aliado especial extra-OTAN.


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.