fbpx
PUBLICIDADE


Van Hattem acusa deputado do PSOL de ‘defender a própria aposentadoria’

Anteriormente, o parlamentar do Partido Novo havia sido insultado por Ivan Valente, que o acusou de mentir e lhe chamou de “safado” e “moleque” por revelar sua inscrição no regime especial de aposentadoria

- Publicado no dia
Deputado federal Marcel van Hattem (NOVO/RS) discursa na tribuna da Câmara dos Deputados (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

Os deputados Marcel van Hattem (NOVO-RS) e Ivan Valente (PSOL/SP) se estranharam na última quinta-feira (13) na Câmara dos Deputados. O embate teve início após Valente reclamar de declarações do parlamentar do NOVO sobre a reforma da Previdência.

Na Comissão Especial da reforma, Van Hattem havia afirmado que o deputado do PSOL era privilegiado por estar inscrito no Plano de Seguridade do Parlamentar. O programa permite que, após certo tempo de contribuição, os parlamentares possam ter direito à aposentadoria integral, bem acima do teto do INSS.

Defensor da reforma da Guedes, o gaúcho criticou o psolista por dizer que a reforma prejudicaria os mais pobres e convidou que Valente desse o exemplo e renunciasse o direito à “aposentadoria especial a que ele fará jus”.


PUBLICIDADE



Visivelmente irritado, Valente acusou Van Hattem de estar mentindo. Marcel van Hattem decidiu rever o ponto. Posteriormente, porém, já na tribuna, afirmou que sua assessoria conferiu a informação e Valente está, sim, inscrito no plano especial de aposentadoria parlamentar e receberá R$ 33 mil por mês. Mostrou, em seguida, os documentos que evidenciam que Ivan Valente teria mentido.

Van Hattem questionou ainda os insultos de Valente, que havia lhe chamado anteriormente de “safado” e “moleque”.

“Quem estava mentindo, de fato, era o deputado Ivan Valente, que, de mais a mais, é milionário. (…) É rentista, porque a fortuna do milionário deputado está praticamente toda investida em bancos. Não tem problema nenhum com isso. Mas por que não investe em papeis da Venezuela, de Cuba? Está posando de defensor dos mais pobres, mas está defendendo é a tua aposentadoria”, bradou. Confira:

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.