fbpx
PUBLICIDADE


Manifestante com boné da CUT defende reforma da Previdência e corte de gastos

Jovem que estava em atos contrários ao governo Bolsonaro e ao contingenciamento de verbas afirmou paradoxalmente que apoia as medidas do governo

- Publicado no dia
Manifestante defende reforma da Previdência (Foto: Reprodução / Youtube)

Um vídeo publicado nesta quarta-feira (5) se disseminou nas redes e deu muito o que falar, registrando uma cena absolutamente inusitada. Em meio a uma manifestação repleta de centrais sindicais, nos atos contrários ao governo Bolsonaro e ao contingenciamento de verbas na Educação, um dos manifestantes defendeu teses liberais.

O vídeo é uma montagem de trechos de uma entrevista do canal Spotniks, procurando extrair opiniões e comentários dos manifestantes. O jovem não identificado usa um uniforme da Central Única dos Trabalhadores, conhecida por militar a favor das causas consideradas de esquerda. No entanto, já em sua primeira resposta, ele diz que a melhor medida do governo atual é propor a reforma da Previdência, porque “é algo bem útil”.

Logo em seguida, perguntado sobre a pior medida do governo, ele disse que era a intervenção no preço da gasolina, porque “já se mostrou em diversos países que controlar a economia acaba gerando crise e vai gerando uma bola de neve maior ainda”. Ele disse ainda que é momento de “diminuir algumas verbas e focar mais em liberar o país para empresas entrarem”, por conta da crise fiscal.

Sobre o próprio contingenciamento, ele os justificou pela busca de “equilíbrio econômico” e disse: “eu concordo com a reforma da Previdência, mesmo não apoiando governo algum, concordo, porque é necessária, senão o país realmente vai quebrar. A melhor das reformas seria não deixar a Previdência ser obrigatória. Para mim, o sistema não deveria ser obrigatório. Deveria participar quem quer”. Confira:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.