fbpx
PUBLICIDADE


Manifestante com boné da CUT defende reforma da Previdência e corte de gastos

Jovem que estava em atos contrários ao governo Bolsonaro e ao contingenciamento de verbas afirmou paradoxalmente que apoia as medidas do governo

- Publicado no dia
Manifestante defende reforma da Previdência (Foto: Reprodução / Youtube)

Um vídeo publicado nesta quarta-feira (5) se disseminou nas redes e deu muito o que falar, registrando uma cena absolutamente inusitada. Em meio a uma manifestação repleta de centrais sindicais, nos atos contrários ao governo Bolsonaro e ao contingenciamento de verbas na Educação, um dos manifestantes defendeu teses liberais.

O vídeo é uma montagem de trechos de uma entrevista do canal Spotniks, procurando extrair opiniões e comentários dos manifestantes. O jovem não identificado usa um uniforme da Central Única dos Trabalhadores, conhecida por militar a favor das causas consideradas de esquerda. No entanto, já em sua primeira resposta, ele diz que a melhor medida do governo atual é propor a reforma da Previdência, porque “é algo bem útil”.

Logo em seguida, perguntado sobre a pior medida do governo, ele disse que era a intervenção no preço da gasolina, porque “já se mostrou em diversos países que controlar a economia acaba gerando crise e vai gerando uma bola de neve maior ainda”. Ele disse ainda que é momento de “diminuir algumas verbas e focar mais em liberar o país para empresas entrarem”, por conta da crise fiscal.

Sobre o próprio contingenciamento, ele os justificou pela busca de “equilíbrio econômico” e disse: “eu concordo com a reforma da Previdência, mesmo não apoiando governo algum, concordo, porque é necessária, senão o país realmente vai quebrar. A melhor das reformas seria não deixar a Previdência ser obrigatória. Para mim, o sistema não deveria ser obrigatório. Deveria participar quem quer”. Confira:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.