fbpx
PUBLICIDADE

Com crescimento rápido, Partido Novo comemora 40 mil filiados

Legenda havia atingido a marca de 20 mil filiados no primeiro semestre de 2018 e 30 mil filiados no fim do ano, apresentando rápido crescimento no período eleitoral; legenda é a única do Brasil que cobra por filiação
João Amoêdo em ato de campanha presidencial do Partido Novo em 2018 (Foto: Reprodução / João Amoêdo)
João Amoêdo em ato de campanha presidencial do Partido Novo em 2018. Após a eleição, ele reassumiu a presidência do partido (Foto: Reprodução / João Amoêdo)
PUBLICIDADE

Principal partido de viés liberal do Brasil, o Partido Novo divulgou na última terça-feira (4) que alcançou a marca de 40 mil filiados.

PUBLICIDADE

“São 40 mil brasileiros, de mais de 2000 cidades, em todo o Brasil, que saíram da indignação para a ação”, diz o texto de divulgação publicado nas redes sociais.

Segundo o gráfico divulgado pelo partido, os primeiros 10 mil filiados foram batidos no primeiro semestre de 2017. O NOVO comemorou 20 mil filiados um ano depois e, ainda no final de 2018, alcançou 30 mil.

PUBLICIDADE

Filiações são pagas

Por ter como política a não-utilização dos recursos do Fundo Partidário, excetuando-se nos casos obrigatórios previstos na legislação, o NOVO é o único partido do Brasil cuja filiação é paga.

Atualmente, a contribuição mínima mensal ao NOVO é de R$ 29,80, necessária para a filiação. O pagamento pode ser feito por cartão de crédito ou boleto bancário.

 

PUBLICIDADE

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama