fbpx
PUBLICIDADE

Olavo de Carvalho prevê que será acusado pela queda de Jair Bolsonaro

O escritor e filósofo pela primeira vez não se expressou na condicional; em vez de dizer "se derrubarem o governo Bolsonaro", ele disse "quando"
Olavo de Carvalho (Foto: Reprodução / O Globo)

Olavo de Carvalho (Foto: Reprodução / O Globo)

O filósofo, escritor e jornalista Olavo de Carvalho comentou em suas redes sociais nesta quarta-feira (15) que receberá a culpa por uma queda do presidente Jair Bolsonaro. Disse ainda que quem o responsabilizará por isso serão os verdadeiros responsáveis.

“Quando derrubarem o governo Bolsonaro, os que o derrubaram dirão que fui eu — e haverá quem acredite”, afirmou Olavo. Pela primeira vez, o escritor não se expressou na condicional: ele não disse “se derrubarem o governo”, mas “quando”.





O filósofo, considerado referência intelectual pelo próprio presidente, se queixou também mais uma vez de um de seus conselhos mais recorrentes não ter sido atendido. De acordo com ele, apenas governando através de plebiscitos “ele conseguiria ter a autoridade de se fazer obedecer até pelo seu próprio governo”. Disse ainda, em tom irônico, que muitos que riram de sua sugestão atualmente a estão repetindo.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama