PUBLICIDADE


‘Com reforma, Brasil aumenta R$ 5 mil de renda per capita ao ano’, diz secretário

Auxiliar do Ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu a Nova Previdência e admitiu que, no atual modelo, a Previdência Social é um “esquema de pirâmide” que beneficia quem já entrou

- Publicado no dia
Secretário da Previdência, Leonardo Rolim e Deputado Federal (PSL/RJ) Marcio Labre (Foto: Boletim da Liberdade)

O secretário de Previdência Social do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, admitiu neste domingo (28) em um evento em Brasília de que a Previdência Social é “hoje uma pirâmide [financeira]” e mostrou-se otimista quanto aos efeitos da reforma da Previdência na economia. Ele estava presente em um evento denominado como I Encontro Brasileiro dos Conservadores, que reuniu cerca de 50 pessoas em uma escola particular da capital.

À frente de uma bandeira do Brasil, Rolim expôs os aspectos técnicos para a instauração da Nova Previdência, como o combate às fraudes, a Previdência dos militares e a dívida ativa que existe com o sistema – segundo eles, são “difíceis de serem cobradas”.

O Secretário afirmou ainda que a Secretaria da Previdência está elaborando um novo sistema para agilizar a troca de informações que servirá, inclusive, para acelerar a aposentadoria e reduzir as fraudes por invalidez.

Rolim finalizou a exposição dizendo que a reforma indo adiante, daqui a quatro seria possível criar, pelo menos, 8 milhões de empregos e aumentar em R$ 5 mil a renda per capita anual. No Brasil, segundo estimativas do FMI de 2019, a renda per capita anual é de US$ 9,34 mil (ou R$ 36,4 mil) . [1]


PUBLICIDADE



Plataforma de divulgação da reforma

Ainda na abertura do evento, o Centro de Lideranças Publicas (CLP) foi convidado para apresentar o Movimento Apoie a Reforma, criado há mais de dois anos. Segundo Tiago Ramos, representante da entidade, a corrente já conta com apoio de diversas instituições parceiras e disponibiliza nas redes sociais informações e estudos sobre a Previdência para cidadãos. O Instituto Millenium é um dos apoiadores do projeto.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.