fbpx
PUBLICIDADE


Arthur do Val diz que perdeu a paciência com governador João Doria

Dono do canal ‘Mamãe Falei” e deputado estadual, ele está especialmente irritado com dois projetos de lei enviados para apreciação pelo governo tucano – com uma participação do PSOL

- Publicado no dia
Arthur do Val (Foto: Reprodução / Instagram)

Está longe de ser a primeira vez em que Arthur do Val (DEM), do canal Mamãe Falei, tece críticas ao governador tucano João Doria. Porém, nesta quinta-feira (18), discursando na tribuna da Assembleia Legislativa de São Paulo como deputado estadual, ele estava particularmente furioso com o grande nome do PSDB.

Do Val iniciou seu discurso ironizando a imagem pública de Doria como governador “gestor”, voltado aos interesses da iniciativa privada e “de quem gera riqueza para este país”. O motivo de tanta frustração está em dois projetos enviados pelo governo para serem apreciados: um aumento de salário para fiscais do estado, com “verbas indenizatórias para atividades extraordinárias”, e a instauração de uma comissão em cima de multas que o fiscal aplicar a empresas.

Sobre o primeiro projeto, Do Val o acusa de ser a criação de um “penduricalho de salário para quem já ganha acima do teto”, além de estabelecer um critério extremamente subjetivo para sua concessão. Ele destacou ainda que o PSOL incluiu no projeto, reforçando a sugestão do governo Doria, um aumento do valor dessas verbas ainda maior. Já o segundo estimula a imposição de multas, porque “quanto mais multa, mais (o fiscal) leva de comissão”.

O deputado está especialmente irritado porque o governo não aumenta o salário de professores ou policiais, mas de pessoas que ganham entre 28 e 38 mil reais de verba de remuneração. Além disso, os nomes dos beneficiários constam de uma lista de financiadores da campanha “de um deputado da ALESP”, que não é identificado. Do Val conclui dirigindo-se ao público e aos eleitores: “Você votou nos caras para eles ficarem aumentando o salário de fiscal que já ganha acima do teto?”Confira:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.