fbpx
PUBLICIDADE


Em Israel, Bolsonaro anuncia criação de escritório de negócios em Jerusalém

Saída política evita represálias de países árabes no curto-prazo, prepara o ambiente para a mudança da embaixada de forma definitiva no futuro e não desagrada ala do governo, especialmente os militares

- Publicado no dia
(Foto: Alan Santos/PR)

Em visita oficial à Israel, o presidente Jair Bolsonaro anunciou neste domingo (31) que o Brasil construirá um escritório de negócios em Jerusalém. A medida vem após grande expectativa criada em torno da mudança da embaixada do Brasil de Tel Aviv para a capital de Israel. [1]

Em resposta, o primeiro ministro Benjamin Netanyahu disse que “espera, quem sabe, um dia chegue a Embaixada do Brasil”. Em dezembro, quando Netanyahu esteve no Brasil, revelou que Bolsonaro havia prometido a mudança da embaixada. O próprio presidente garantiu isso, em novembro, em entrevista a jornais israelenses.


PUBLICIDADE



Dentro do governo, no entanto, forças se chocam quanto a medida. De um lado, influências ideológicas, especialmente da bancada evangélica, pressionam o presidente pela mudança.

Já a ala dos militares, capitaneada pelo vice-presidente Hamilton Mourão, prefere um olhar pragmático sobre os benefícios e os riscos da mudança da embaixada. Entre as preocupações, represálias de países árabes, grandes parceiros comerciais do Brasil.

A criação de um escritório de negócios em Jerusalém, contudo, não é uma notícia ruim para os que defendem a mudança da embaixada. Ao criar a estrutura de um prédio próprio em Jerusalém, a mudança dependerá agora apenas de uma canetada que pode vir a qualquer hora.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.



Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.