fbpx
PUBLICIDADE


Candidato do NOVO à presidência da Alesp diz ao Boletim que quer ‘aglutinar as forças de renovação’

Em entrevista, o candidato explicou por que acredita que as bandeiras que deseja levar ao Legislativo estadual poderão ter apoio dos deputados

- Publicado no dia
Daniel José discursando em evento do NOVO (Foto: Reprodução / Facebook)

Daniel José, deputado estadual mais votado pelo Partido NOVO, informou nesta segunda-feira (11) que concorrerá à presidência da Assembleia Legislativa de São Paulo. Sua campanha será pautada em três eixos principais: independência, eficiência e gestão e protagonismo.

O parlamentar do NOVO afirma que, assim que assumir o cargo, proporá alteração na Constituição estadual para mudar a data da posse dos deputados. Hoje, São Paulo é o único estado em que a posse acontece apenas em março. A ideia é que os parlamentares assumam exatamente um mês após o governador. “Não faz sentido algum ter um deslocamento tão grande entre a posse do governador e do legislativo. Temos que condicionar uma coisa à outra aqui, com um mês de distância entre os dois, para que, se houver mudança na Constituição Federal, não exista necessidade de nova alteração no estado”, afirmou.

Já sobre a independência da Alesp, o candidato defende que a Casa deixe de ser usada politicamente. A ideia é pautar tudo que esteja regimentalmente hábil, independentemente do mérito do projeto e partes interessadas, garantindo dessa maneira a harmonia entre os poderes.

Outro eixo de campanha é levar um dos principais valores do NOVO, de economia e eficiência, para dentro da Alesp, por meio do enxugamento de cargos e de uma reforma administrativa, bem como aumentar a transparência dos gastos e do processo legislativo da Casa. Ele também quer aumentar a competência do parlamento estadual por meio de uma mobilização política com o Poder Judiciário, demais assembleias e com a esfera federal. Com isso, acredita que será possível trazer a sociedade para mais perto do parlamento. “A Casa precisa parar de legislar apenas para dar nomes a viadutos”, afirmou.

Evento de lançamento da candidatura a deputado, cercado de nomes do NOVO (Foto: Reprodução / Facebook)

O candidato e suas ideias

Filho mais novo de 11 irmãos, Daniel José, co-fundador do RenovaBR, nasceu em Bragança Paulista e teve 183.480 votos em sua primeira eleição. É economista pelo Insper e mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Yale (EUA). Já trabalhou no mercado financeiro e também com refugiados na Jordânia. Em entrevista ao Boletim, ele revelou que essa última experiência foi enriquecedora e seu aprendizado na época permitiu constatar muito diretamente “a importância da democracia” e da “liberdade de ir e vir” e expressar opiniões, porque conheceu de perto as restrições e as consequências do colapso democrático.


PUBLICIDADE



Sobre a intenção de concorrer à Alesp, Daniel explicou que estudou o cenário e concluiu que a candidatura do governo representa “o toma-lá-dá-cá” e “tudo aquilo que a gente não gostaria de ver”. Para se opor, Daniel acreditou ser necessária uma candidatura propositiva e capaz de “aglutinar as forças da renovação política na Alerj”. “São poucos os que ganham com a falta de transparência, de eficiência e protagonismo na casa. A maior parte dos deputados topariam estar numa casa onde dá para fazer a diferença”, ele respondeu, ao ser perguntado sobre a possibilidade de apoio às suas bandeiras.

Daniel também explicou como entende a proposta de aumentar a competência do parlamento. “A gente, no Brasil, divide as responsabilidades muito mal. A gente precisa de uma reforma do pacto federativo. O Congresso Nacional tem responsabilidades imensas, em segundo lugar o município, em terceiro, com o que sobra, fica o estado. Para a gente virar uma federação de verdade, o que a gente precisa é mais autonomia legislativa”, sustentou.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.