PUBLICIDADE


Proibição dos canudos prejudica turismo no Rio, defende Leandro Lyra

O vereador do Partido Novo relembrou neste começo de 2019 que foi o único a adotar posicionamento contrário à medida e resgatou discurso que apontava seus prejuízos

- Publicado no dia
Leandro Lyra (Foto: Reprodução / Jornal O Globo)

O vereador do Partido Novo, Leandro Lyra, que travou uma disputa frustrada com a legenda para se candidatar a deputado federal sem conclusão do mandato, relembrou no último dia 16 que foi o único voto contrário à proibição de canudos plásticos nos restaurantes do Rio de Janeiro. Ele enfatizou que a medida atrapalha o meio ambiente.

Para Lyra, o projeto foi aprovado “por conta de uma mobilização popular com uma carga emocional forte”, “num arroubo”, e tem efeitos nocivos ao Rio. Os primeiros efeitos constatados são os efeitos turísticos. “Vai chegar o turista aqui e vai começar que o cara vai beber água de coco, não é no canudo não, ele vai ter que ter um copo, aí ele pega e tem que colocar a água no copo”, ironizou.

O vereador sustentou ainda que a medida transforma o Rio de Janeiro em “uma piada”, não prevendo que o efeito seria “substituir canudo de plástico por copo de plástico, canudo de plástico por canudo de papel vagabundo e quarenta vezes mais caro” e prejudicando os comerciantes. Confira um registro do discurso:


PUBLICIDADE



Confira também:

► CHEGOU A HORA DE APRENDER SOBRE BITCOINS EM UM GUIA OBJETIVO: Um treinamento para iniciar no mercado de criptomoedas e ganhar dinheiro.

► CRIE UM NEGÓCIO ONLINE E COMPLEMENTE A SUA RENDA. Siga o passo a passo para em 30 dias começar a faturar sem sair de casa.

► VOCÊ SABIA QUE EXISTE TÉCNICA PARA GANHAR NA LOTERIA? Quem comprou, não se arrependeu. 10 dias de garantia ou o seu dinheiro de volta

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.