fbpx
PUBLICIDADE


MBL reage em vídeo a processo da OAB contra Luciano Hang

O empresário foi processado por ataques proferidos contra a entidade, que chamou de “bando de abutres”, e o movimento repudiou oficialmente o processo,

- Publicado no dia
Luciano Hang (Foto: Reprodução / Migalhas)

O Conselho Federal da OAB processou na última quinta-feira (15) o empresário Luciano Hang, dono da Havan, por supostamente ofender advogados na Internet. O dono da rede de lojas varejista atacou a entidade no último dia 4 de janeiro.

Para ele, os líderes da OAB são “porcos que se acostumaram a viver num chiqueiro”, um “bando de abutres” que “só pensam no bolo deles, quanto vão ganhar com a desgraça dos outros”. Na interpretação da OAB, as ofensas são extensivas a todos os advogados, justificando-se o processo. De acordo com a entidade, Hang desrespeitou “a honra e a imagem da OAB, bem como dos milhares de advogados que exercem a profissão com dignidade”

O Movimento Brasil Livre discorda. Em vídeo publicado neste domingo (20), o advogado Rubinho Nunes defendeu Luciano Hang no canal do movimento. “De forma alguma eu me sinto ofendido, justamente porque eu acho que a Ordem deveria atuar de uma forma mais incisiva, assim como eu atuo, assim como outros advogados atuam, e não ficar silente como um grande sindicato, simplesmente observando o que acontece”, afirmou.

Em nome do MBL, Rubinho disse não ver “nada que justifique uma reparação, um processo” e declarou repúdio à atitude da OAB. Confira o vídeo:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.