PUBLICIDADE


Sem citar nomes, Carlos Bolsonaro volta a criticar ‘isentões’ que desgastam o pai

Filho do presidente reagiu no Twitter contra pessoas que, supostamente, “surfam nas propostas” do pai e “ao mesmo tempo tentam desgastá-lo”; manifestação vem após críticas ao decreto da posse de armas

- Publicado no dia
Carlos Bolsonaro (Foto: Jornal O Globo)

Filho do presidente Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro voltou a criticar nesta quarta-feira (16) indivíduos que chamou de “isentões” que “torcem contra Bolsonaro” mas, ao mesmo tempo, “surfam em suas propostas”.

Sem citar nomes e explicar quais propostas seriam, Carlos afirmou que “é nítido” que essas pessoas “ao mesmo tempo tentam desgastá-lo”.


PUBLICIDADE


“É uma estratégia consciente por parte desses e inocência por parte de outros, que estão incluídos nos méritos do que vem acontecendo, mas acabam fazendo o jogo de lá”, afirmou, enigmático.

Não é a primeira vez, contudo, que Carlos Bolsonaro reage no Twitter a críticas feitas ao governo do pai. Na última quinta-feira (10), o vereador do Rio de Janeiro escreveu uma mensagem provavelmente sobre Bene Barbosa logo após ele publicar uma crítica ao decreto de armas que seria assinado dias depois.

O gesto gerou reação de outros ativistas e movimentos, como o MBL, que emitiu nota criticando a atitude.

O decreto de Jair Bolsonaro sobre a posse de armas, assinado nesta terça-feira (15), foi também alvo de críticas do MBL e do próprio Barbosa, que considerou o projeto tímido.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.