fbpx
PUBLICIDADE

General Villas Boas diz que Bolsonaro liberou o país ‘das amarras ideológicas’

O general saudou o presidente como responsável por libertar a sensibilidade patriótica dos brasileiros, bem como ao ministro Sérgio Moro e ao general Braga Netto, interventor no Rio de Janeiro
General Villas-Bôas e o presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução / Veja)
Villas Bôas (Foto: Reprodução / Veja)
PUBLICIDADE

Comandante do Exército Brasileiro, o general Eduardo Villas Bôas transmitiu nesta sexta-feira (11) o cargo ao general Leal Pujol. Em seu discurso de despedida, lido por um orador, Villas Bôas saudou a todos e disse que a vitória de Jair Bolsonaro liberou o Brasil “das amarras ideológicas”.

PUBLICIDADE

Villas Bôas escreveu que o presidente Bolsonaro extirpa do Brasil as amarras “que sequestraram o livre pensar, embotaram o discernimento e induziram a um pensamento único, nefasto, como assinala o jornalista americano Walter Lippman: ‘Quando todos pensam da mesma maneira, é porque ninguém está pensando'”. Bôas afirmou ainda que 2018 foi “um ano rico de acontecimentos desafiadores para as instituições e até mesmo para a identidade nacional”.

Leia também:  Deputado do NOVO protocola projeto para suspensão de aumento do IOF

Nesse ano, o general destaca três personalidades que ajudaram a impedir o pior: o próprio presidente, “que fez com que se liberassem novas energias, um forte entusiasmo e um sentimento patriótico há muito tempo adormecido”, o ministro Sérgio Moro, “protagonista da cruzada contra a corrupção ora em curso”, e o general Braga Netto, “pela forma exitosa com que conduziu a intervenção federal no Rio de Janeiro”.

PUBLICIDADE

Villas Bôas, emocionado, foi aplaudido por todos os presentes. O general seguirá no governo, convidado para integrar o Gabinete de Segurança Institucional. Confira o vídeo completo:

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?