fbpx
PUBLICIDADE

Renan Santos prevê que imprensa tradicional irá para cima de Bolsonaro

Para o coordenador e estrategista do Movimento Brasil Livre, a entrevista de Fabrício Queiroz no SBT não foi convincente e o tema pode prejudicar Bolsonaro e a direita
Renan Santos (Foto: Reprodução / Uol)
Renan Santos (Foto: Reprodução / Uol)
PUBLICIDADE

O coordenador do Movimento Brasil Livre, Renan Santos, divulgou novo vídeo no último dia 28 comentando o caso do assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz. Ele disse que a entrevista do ex-assessor no SBT foi “um desastre” e a imprensa tradicional irá explorar o assunto contra o governo Bolsonaro e contra a direita.

PUBLICIDADE

Segundo Renan, o SBT e a Record estão trabalhando como “uma espécie de mídia amiga” do governo e a entrevista de Queiroz foi nesse contexto, mas não funcionou. Para ele, está cada vez mais claro que houve um “desvio ético” dentro do gabinete do filho do presidente e é preciso reconhecer isso para que o problema não afete a imagem do governo federal.

“Flavio tem que ir à frente e falar o que está acontecendo. Isso aqui está muito feio, está ficando muito estranho e está dando vazão ao discurso da esquerda, onde eles tentam nos igualar. Eles defendem bandido, defendem corrupto, defendem vagabundo na cadeia, defendem traficante, defendem assassino e querem se igualar à gente agora”, enfatizou. “Flávio Bolsonaro, teu pai está conduzindo o país, você tem responsabilidade com a imagem do teu pai”.

PUBLICIDADE

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama