fbpx
PUBLICIDADE


Vereadora do NOVO reage duramente a ataque de vereador do PSOL

A vereadora foi acusada de levar de propósito militantes do partido pelo subsolo para manifestação em sessão que votava a Reforma da Previdência municipal

- Publicado no dia
(Foto: Tiago Queiroz / Estadão)

A vereadora do Partido Novo de São Paulo, Janaína Lima, não deixou sem resposta um comentário sarcástico do vereador do PSOl local, Toninho Vespoli. Ela se manifestou a respeito em suas redes sociais no último dia 22.

O motivo foi a ida de manifestantes à votação da Reforma da Previdência municipal, apoiada por Janaína e que terminou por ser aprovada em primeira votação. Vespoli fez críticas ao NOVO e a Janaína, alegando que, “enquanto servidores públicos faziam fila na frente da Câmara, (ela) colocou o pessoal do seu partido pelo estacionamento da Câmara”.


PUBLICIDADE



No entendimento do vereador, isso mostraria que o “estado mínimo” defendido pelo partido só se aplica aos “pobres, trabalhadores e funcionários públicos”. Lima respondeu que o sarcasmo é “fake news de um sujeito que diz ter vergonha de ser vereador” e que não se deixaria intimidar pela “violência esquerdista”. Ela explicou que os filiados do NOVO foram inicialmente orientados a aguardar na fila que se formaria na entrada principal. No entanto, militantes de esquerda os abordaram e começaram uma discussão violenta, sendo os militantes do partido de Janaína por isso deslocados para o subsolo pela Guarda Civil Metropolitana.

“Eu fui pessoalmente acompanhar o processo”, afirmou. “Os filiados do NOVO, como quaisquer cidadãos dessa cidade, foram recebidos no meu gabinete. (…)  É vergonhosa essa atitude, que só poderia ter partido de quem tem a cara de pau de ir ao microfone dizer que tem vergonha de ser vereador. Eu não. Eu tenho orgulho de ser vereadora do Partido NOVO a ponto de arriscar a minha segurança pelo bem de quem foi lá se manifestar pacificamente e foi recebido de forma ameaçadora por esquerdistas”, afirmou. Confira o post de Janaína:

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.