PUBLICIDADE


Líder de caminhoneiros ameaça nova paralisação se Lula for solto: assista

Schmitt, líder da entidade “Comando Nacional do Transporte”, divulgou vídeo nas redes sociais defendendo a derrubada do Supremo Tribunal Federal, “sem arrego”, em caso de novo ato

- Publicado no dia
Foto: Folhapress

Se Lula for solto, os caminhoneiros podem fazer nova paralisação. Ao menos é isso o que prometeu o caminhoneiro Ivar Schmitt, líder da entidade “Comando Nacional do Transporte”, em vídeo divulgado nas redes sociais. [1]

“Que todos os caminhoneiros fiquem atentos. Se Lula for solto, a gente tem que parar o Brasil agora. Temos que mostrar pra todo mundo que nós somos patriotas. Tenho certeza, certeza absoluta, que não tem nenhuma outra profissão tão patriota quanto os caminhoneiros do Brasil”, defendeu o ativista.


PUBLICIDADE



Em seguida, ele ameaçou a derrubada do STF. “Se os caminhoneiros tiverem que parar agora, podem ter certeza que a população cai em peso junto com a gente e a nossa pauta será derrubar os onze ministros do STF, sem arrego”.

Leia também:  Renan Santos, do MBL, denuncia 'golpe de Estado' e pede derrubada de 'todo o STF'
Leia também:  'Decisão contraria o sentimento da sociedade que exige o fim da impunidade', diz Deltan Dallagnol, em coletiva
Leia também:  MST e maconheiros declaram apoio à paralisação dos caminhoneiros
★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


 

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.