fbpx
PUBLICIDADE


Site sugere envio de cartões de Natal ao ex-presidente Lula, preso em Curitiba

Site “Brasil 247” lançou ideia no mínimo inusitada em suas redes sociais para acariciar condenado em corrupção em segunda instância e acusado de ser o principal mentor do Petrolão

- Publicado no dia
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sendo conduzido por policiais à sua cela, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR). O ex-presidente chegou de helicóptero. (Foto: Reprodução/UOL)

O PT perdeu as eleições presidenciais, mas parte de seus apoiadores ainda segue a mesma estratégia política de relativizar a condenação do ex-presidente Lula, preso por corrupção ativa e acusado de ser o mentor e principal beneficiário do esquema de corrupção da Petrobras. Prova disso é que o portal “Brasil 247”, alinhado historicamente aos governos petistas, decidiu divulgar outro movimento em apoio ao ex-presidente Lula. [1][2][3][4]

Em publicação no último domingo (18), o “247” divulgou em suas redes sociais uma imagem que encorajava o envio de “cartões de Natal” a Lula, que desde o início do ano segue detido na carceragem da Polícia Federal em Curitiba.


PUBLICIDADE



“[Seriam] centenas, milhões de mensagens de encorajamento, de toda parte do Brasil e do mundo?”, perguntou a publicação do site, que deu na sequência o endereço para o qual as correspondências deveriam ser enviadas: Rua Professora Sandália Monzon, 210, no bairro da Santa Cândida, Curitiba, no Paraná – sede da PF no estado.

Apesar de contar com endossos positivos entre os leitores, o apoio à Lula não é tão forte como a propaganda faz parecer. Prova disso é que, no início do mês, apoiadores do ex-presidente desmontaram o acampamento que faziam perto da carceragem. [5]

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.