fbpx
PUBLICIDADE

Ibope: Amoêdo pontua mais do que Meirelles e Boulos somados

Instituto confirma tendência de súbito crescimento do candidato à presidência João Amoêdo, que já figura empatado com Álvaro Dias, do Podemos; entusiastas do NOVO chamam fenômeno de 'onda laranja'
João Amoêdo (Foto: Reprodução / Metrópole)
João Amoêdo (Foto: Reprodução / Metrópole)

O Ibope divulgou na noite desta quarta-feira (5) sua mais recente pesquisa eleitoral, realizada entre os dias 1 e 3 de setembro, após o início do programa eleitoral gratuito na televisão. Ao todo, foram ouvidos 2.002 eleitores entre os dias 1 e 3 de setembro. [1]

Jair Bolsonaro, do PSL, segue como líder isolado da corrida eleitoral, com 22% das intenções de voto. Em segundo lugar, aparecem Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT), empatados com 12%.

O Ibope confirmou tendência apontada por pesquisas privadas da BTG Pactual de crescimento de João Amoêdo, do NOVO.





O engenheiro já conquistou 3% de preferência do eleitorado na consulta do instituto, mais do que a soma de Henrique Meirelles (MDB), com 2%, e Guilherme Boulos (PSOL), com 1%.

Fernando Haddad (PT), substituto de Lula na corrida eleitoral, apareceu com 6% na pesquisa Ibope. Já o tucano Geraldo Alckmin, com 9%.

Confira, abaixo, a pesquisa completa, que foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo:

– Jair Bolsonaro (PSL): 22%
– Marina Silva (Rede): 12%
– Ciro Gomes (PDT): 12%
– Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
– Fernando Haddad (PT): 6%
– Alvaro Dias (Podemos): 3%
– João Amoêdo (Novo): 3%
– Henrique Meirelles (MDB): 2%
– Guilherme Boulos (PSOL): 1%
– Vera (PSTU): 1%
– João Goulart Filho (PPL): 1%
– Cabo Daciolo (Patriota): 0%
– Eymael (DC): 0%
– Branco/nulos: 21%
– Não sabe/não respondeu: 7%









O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama