fbpx
PUBLICIDADE


João Amoêdo reage a ataques: ‘sempre fui bancário e não tenho relação com o Itaú’

Engenheiro e candidato à presidência pelo Partido Novo decidiu responder em vídeos a críticas que vinham sendo feitas nas mídias sociais

- Publicado no dia
João Amoêdo (Foto: Reprodução / Yahoo Notícias)

O candidato do Partido Novo à presidência, João Amoêdo, é corriqueiramente acusado de ser um “banqueiro”, o que o tornaria particularmente solidário a interesses dessa categoria, e de ser apoiado pelo banco Itaú. O engenheiro resolveu publicar um vídeo neste sábado (1) para tentar pôr um ponto final nesses comentários.

“Tudo isso é um mito”, argumentou. “Primeiro: eu sempre fui bancário, nunca fui banqueiro. Segundo: a minha história com o Itaú é bem diferente. Eu trabalhava numa financeira que foi comprada pelo Itaú e quando aconteceu isso eu tive que sair, fiquei desempregado. Depois eu estava no Conselho de Administração da Unibanco, o Itaú fez uma fusão com o banco e eu também tive que sair”, explicou, asseverando que nunca trabalhou no Itaú.

Confira o vídeo:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.