fbpx
PUBLICIDADE

MBL mineiro suspeita de intimidação por tentar impedir candidatura de Dilma

Ex-presidente quer tentar uma vaga ao Senado através do estado governado pelo também petista Fernando Pimentel; coordenadores do MBL tentam impedir
Dilma Rousseff (Foto: Reprodução / Exame)
Dilma Rousseff (Foto: Reprodução / Exame)

A ex-presidente Dilma Rousseff quer tentar uma vaga ao Senado em Minas Gerais, mesmo depois de ter sofrido o impeachment no ano retrasado. O Movimento Brasil Livre no estado reagiu a isso – e, de acordo com denúncia que fizeram em transmissão ao vivo na última quinta-feira (16), teme estar sofrendo tentativas de intimidação em consequência.

“Nós pedimos a impugnação da candidata ao Senado Federal por Minas Gerais, Dilma Rousseff”, explicou um dos coordenadores do MBL no estado. Para ele, Dilma escolheu Minas por ser o estado do governador petista Fernando Pimentel, que “conseguiu se blindar” e “destruiu o estado de Minas”, prejudicando as contas públicas do estado.

Ele afirmou que então, ao sair do escritório local do MBL acompanhado de outros coordenadores, percebeu um carro suspeito com painel aceso. Houve uma ameaça de alguém dentro do carro, que depois desapareceu, bem como telefonemas e mensagens considerados suspeitos, que, ele garante, serão investigados. A própria Dilma afirmou no Twitter que a tentativa de impugnação seria uma manobra de um “testa-de-ferro dos tucanos”.





Confira o vídeo na íntegra:





Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama