SOBRE     ASSINE     NEWSLETTER     FACEBOOK     TWITTER     YOUTUBE



MBL vai à Justiça para que candidatura de Dilma ao Senado seja impugnada

Entidade toma iniciativa um dia após ter sido a primeira organização a registrar o pedido de impugnação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; coordenador do MBL considera que Dilma deveria estar inelegível

- Publicado no dia
(Foto: Reuters / Pilar Olivares)

O Movimento Brasil Livre protocolou no TRE de Minas Gerais uma ação para impedir a candidatura da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) ao Senado Federal por aquele estado. [1]

O autor da ação, Leonardo Vitor, que também é candidato a deputado estadual, argumenta à Justiça que a petista deveria estar inelegível por ter sofrido um impeachment.


PUBLICIDADE



A investida contra Dilma Rousseff vem na sequência do pedido do MBL para impugnar a candidatura de Lula. O movimento de Kim Kataguiri, candidato federal pelo DEM, foi o primeiro a fazer essa solicitação poucas horas depois de o PT registrar a candidatura do ex-presidente, condenado e preso por corrupção. [2]

+ CURSO SEGREDOS DO BITCOIN 2.0: Treinamento para iniciar no mercado de criptomoedas
+ CURSO PARA CRIAR SEU NEGÓCIO ONLINE. Siga o passo a passo para em 30 dias começar a faturar.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também