SOBRE     ASSINE     NEWSLETTER     FACEBOOK     TWITTER     YOUTUBE



Kim Kataguiri sugere alternativa para resolver as polêmicas decisões do STF

Liderança do Movimento Brasil Livre, Kim acredita que apenas atacar o método de indicação política dos ministros não ajuda a solucionar problema

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/Estadão

O coordenador nacional do Movimento Brasil Livre e pré-candidato a deputado federal, Kim Kataguiri (DEM), resolveu entrar na discussão sobre como o Supremo Tribunal Federal poderia melhorar sua atuação.

A corte tem sido alvo de críticas após decisões polêmicas como a soltura do ex-ministro José Dirceu, a cassação da decisão do juiz Sérgio Moro sobre o petista utilizar tornozeleira eletrônica e a retirada de Aécio Neves de processos ligados a corrupção. [1][2][3]

Em vídeo publicado no último dia 29, Kim propôs aos internautas o que considera uma saída para resolver a insatisfação que setores da sociedade vêm demonstrando com as decisões do órgão. [4]


PUBLICIDADE



O ativista começou dizendo que o modelo de indicação política é reproduzido do modelo americano e, portanto, não seria o problema em si.

O ideal, para o pré-candidato, seria “tirar a corte constitucional do Judiciário”, impedindo que o órgão permaneça como “instância recursal”. O STF deveria julgar apenas leis, e não casos concretos e ações penais.

Confira o vídeo:

Confira também:

► CHEGOU A HORA DE APRENDER SOBRE BITCOINS EM UM GUIA OBJETIVO: Um treinamento para iniciar no mercado de criptomoedas e ganhar dinheiro.

► CRIE UM NEGÓCIO ONLINE E COMPLEMENTE A SUA RENDA. Siga o passo a passo para em 30 dias começar a faturar sem sair de casa.

► VOCÊ SABIA QUE EXISTE TÉCNICA PARA GANHAR NA LOTERIA? Quem comprou, não se arrependeu. 10 dias de garantia ou o seu dinheiro de volta

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo