PUBLICIDADE


Capa da revista ‘Veja’ trata conquista de Trump como ‘triunfo’ da Coreia do Norte

Imprensa brasileira, hostil aos republicanos por natureza, decide minimizar saída diplomática encontrada por Donald Trump e ignorar que negociação envolve desnuclearização da península norte-coreana

- Publicado no dia
Foto: Divulgação

Os principais veículos de comunicação do Brasil decidiram cobrir negativamente a saída diplomática adotada pelo presidente norte-americano Donald Trump em relação à Coreia do Norte. A nova edição da revista Veja, por exemplo, retrata o encontro de Kim Jong-Un com Trump como um triunfo do norte-coreano.

“Kim, o líder norte-coreano que era tratado como lunático, consegue uma vitória estrondosa ao levar Trump à mesa de negociações”, diz a revista, ignorando que a negociação envolve a promessa de desnuclearização do país comunista, que chegou a desenvolver protótipos de mísseis balísticos intercontinentais, capazes de atingir o território americano. [2]

Rodrigo Constantino, presidente do conselho deliberativo do tradicional Instituto Liberal e blogueiro da Gazeta do Povo, criticou a capa de Veja, revista que ele chegou a integrar no passado:


PUBLICIDADE


“Que coisa vergonhosa! A mídia acha que o público vai esquecer o tratamento dado a Obama e a previsão de caos com Trump? Isso é tratar consumidor como idiota”, disse. [3]

Alexandre Borges, formador de opinião conservador e ex-diretor do Instituto Liberal, rotulou a capa como símbolo da “era da pós-verdade e da falta de vergonha”. “É esse pessoal da velha imprensa que vai escolher o que você pode ou não ler nas redes sociais?”. [4]

De acordo com uma pesquisa da Ipsos/Reuters, a maioria dos americanos aprovou a negociação de Trump. O presidente norte-americano, após conseguir o histórico acordo, também passou a ser ainda mais cotado para o Prêmio Nobel da Paz. Algo que, certamente, a imprensa tradicional do Brasil, desde sempre com má vontade em relação aos presidentes do Partido Republicano, não vai gostar nada de noticiar. [5]

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.