fbpx
PUBLICIDADE


Capa da revista ‘Veja’ trata conquista de Trump como ‘triunfo’ da Coreia do Norte

Imprensa brasileira, hostil aos republicanos por natureza, decide minimizar saída diplomática encontrada por Donald Trump e ignorar que negociação envolve desnuclearização da península norte-coreana

- Publicado no dia
Foto: Divulgação

Os principais veículos de comunicação do Brasil decidiram cobrir negativamente a saída diplomática adotada pelo presidente norte-americano Donald Trump em relação à Coreia do Norte. A nova edição da revista Veja, por exemplo, retrata o encontro de Kim Jong-Un com Trump como um triunfo do norte-coreano.

“Kim, o líder norte-coreano que era tratado como lunático, consegue uma vitória estrondosa ao levar Trump à mesa de negociações”, diz a revista, ignorando que a negociação envolve a promessa de desnuclearização do país comunista, que chegou a desenvolver protótipos de mísseis balísticos intercontinentais, capazes de atingir o território americano. [2]

Rodrigo Constantino, presidente do conselho deliberativo do tradicional Instituto Liberal e blogueiro da Gazeta do Povo, criticou a capa de Veja, revista que ele chegou a integrar no passado:


PUBLICIDADE



“Que coisa vergonhosa! A mídia acha que o público vai esquecer o tratamento dado a Obama e a previsão de caos com Trump? Isso é tratar consumidor como idiota”, disse. [3]

Alexandre Borges, formador de opinião conservador e ex-diretor do Instituto Liberal, rotulou a capa como símbolo da “era da pós-verdade e da falta de vergonha”. “É esse pessoal da velha imprensa que vai escolher o que você pode ou não ler nas redes sociais?”. [4]

De acordo com uma pesquisa da Ipsos/Reuters, a maioria dos americanos aprovou a negociação de Trump. O presidente norte-americano, após conseguir o histórico acordo, também passou a ser ainda mais cotado para o Prêmio Nobel da Paz. Algo que, certamente, a imprensa tradicional do Brasil, desde sempre com má vontade em relação aos presidentes do Partido Republicano, não vai gostar nada de noticiar. [5]

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liebrdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.