fbpx
PUBLICIDADE

Apple se aproxima de valer US$ 1 trilhão – mas Amazon está na cola

Grandes empresas americanas já exibem receitas maiores que o PIB de países inteiros e podem ultrapassar juntas a marca impressionante em valor de mercado
Iphone X da Apple (Foto: Josh Edelson / AFP)
Iphone X da Apple (Foto: Josh Edelson / AFP)

Duas companhias gigantes nascidas no mercado norte-americano estão prestes a ultrapassar marcas impressionantes. A empresa de tecnologia Apple está prestes a atingir o valor de nada menos que US$ 1 trilhão. Só que a Amazon não está muito atrás e poderá superá-la. [1]

Nascida em 1976 como um modesto empreendimento na garagem de seu co-fundador famoso Steve Jobs, a Apple conquistou uma receita anual maior que o Produto Interno Bruto (PIB) de países inteiros, como Portugal e Nova Zelândia. Na quinta-feira (10), seu valor de mercado alcançou a marca recorde de U$ 934 bilhões após o anúncio de um programa de compra de ações e o aumento da participação do bilionário Warren Buffet na empresa.

As projeções indicam o atingimento em breve da marca extraordinária de 1 trilhão. Ao mesmo tempo, porém, a Amazon, a segunda maior empresa listada no país – já na marca de U$ 780 bilhões – é cotada para alcançar o mesmo valor, ou até ultrapassá-lo.









O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama