fbpx
PUBLICIDADE

Grupos poderão pedir para participar de nova assembleia da Rede Liberdade

Evento ocorrerá no dia 8 de dezembro no Mackenzie, em São Paulo, e deve ter avaliação das atividades desempenhadas ao longo de 2017, bem como alinhamento de projetos para serem feitos em 2018
Primeiro encontro de lideranças nacionais da Rede Liberdade ocorreu em 2016 (Foto: Reprodução / Rodrigo Constantino)
Primeiro encontro de lideranças nacionais da Rede Liberdade ocorreu em 2016 (Foto: Reprodução / Rodrigo Constantino)

A Rede Liberdade realiza no próximo dia 8 de dezembro sua mais nova assembleia geral. O evento ocorrerá outra vez em São Paulo, desta vez na universidade Mackenzie.

“Essa vai ser a assembleia ordinária. Vamos conversar sobre como foram as atividades de 2017 e preparar a agenda para 2018”, afirmou ao Boletim da Liberdade Thaiz Batista, assistente de operações do Instituto Mises Brasil e envolvida na organização do evento.

Caso grupos ou institutos tenham interesse em participar da assembleia, podem enviar um e-mail para o endereço [email protected] solicitando mais informações.

+ “O objetivo imediato da Rede Liberdade é conseguir privatizar os Correios”, revela Rodrigo Saraiva Marinho





+ Site da Rede Liberdade mapeia organizações liberais do Brasil

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Siga o Boletim

Leia também