Rodrigo Saraiva Marinho responde críticas de Ciro Gomes ao livre mercado

Crítica do diretor de operações da Rede Liberdade foi feita com base em vídeo divulgado na página “Ciro Gomes Zoeiro”, em que o político ataca o capitalismo liberal

- Publicado no dia

O Diretor de Operações da Rede Liberdade, Rodrigo Saraiva Marinho, que também foi presidente do Instituto Liberal do Nordeste e é filiado ao Partido Social Liberal, publicou um vídeo em sua página no Facebook rebatendo afirmações do advogado e político Ciro Gomes sobre o capitalismo. Ciro Gomes é um dos nomes cotados para concorrer à presidência em 2018.

O primeiro ponto questionado por Rodrigo Saraiva é a afirmação de Ciro de que o governo deve ser responsável por evitar as chamadas “falhas de mercado”. Segundo Ciro, o capitalismo tenderia a gerar monopólios e oligopólios, afirmação que Rodrigo Saraiva contesta, alegando que a formação desses problemas em geral advém justamente da intervenção do Estado. Um dos exemplos é o monopólio postal; já noticiamos que a privatização dos Correios é a bandeira mais imediata da Rede Liberdade.

O segundo ponto é a acusação de Ciro de que o capitalismo seria egoísta. Rodrigo Saraiva cita os pensadores Adam Smith e Hayek para sustentar que a dispersão do conhecimento na sociedade e o auto interesse permitem o atingimento dos produtos, serviços e objetivos desejados, o que melhora a vida de todos através das trocas voluntárias.

Finalmente, Rodrigo ironiza o nacionalismo econômico de Ciro ao reclamar da importação de produtos, comparando suas ideias à Lei de Informática do regime militar, que atrasou o desenvolvimento do país no setor. “Ciro Gomes foi governador do estado do Ceará e prefeito de Fortaleza e, tão fã da indústria nacional, negou em caso específico um financiamento para o Gurgel, montadora de carros nacional. Na sua prática de vida, ele fez exatamente o contrário daquilo que defende”, alfinetou. Confira o vídeo:

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também