Lucas Pavanato: O novo fenômeno liberal do tiktok – Colunas – Boletim da Liberdade
PUBLICIDADE

Lucas Pavanato: O novo fenômeno liberal do tiktok

17.05.2022 06:33

Não é de hoje que as redes sociais têm sido utilizadas, com relativo sucesso, por jovens políticos liberais para propagar o ideário da liberdade. Sem o uso do fundo eleitoral, é fundamental usar essas ferramentas como meio de atingir o maior número de pessoas possíveis.

Em eleições passadas, inúmeros liberais foram eleitos através das redes, muitas vezes com conteúdos orgânicos e virais. Além dos políticos, também os “influencers” políticos se destacam, valendo-se da plataforma como estrutura de publicidade para o liberalismo e até mesmo como profissão, ganhando ali a sua graninha.

Nos últimos meses, porém, há um jovem que tem se destacado assombrosamente no TikTok, a rede social mais “bombada” do momento. Este jovem é Lucas Pavanato, pré-candidato do NOVO em SP.

PUBLICIDADE

Com vídeos ‘reacts’, provocações à esquerda e participações em podcasts, Lucas já atingiu mais de 2.7 milhões de curtidas no aplicativo. Para efeito de comparação, é 200 mil a mais do que o ex-deputado Arthur do Val, que até ontem, antes das polêmicas em que se viu envolvido, era pré-candidato ao Governo de SP e pontuava entre 4 e 5%.

No número de seguidores, então, nem se compara. Pavanato já atinge 285 mil, enquanto Arthur acumula “apenas” 160 mil seguidores. Para se ter uma ideia, o vereador em 2º mandato e pré-candidato a deputado federal, Fernando Holiday, possui 51 mil seguidores. Rubinho Nunes, vereador do MBL, 87. Apenas em Santa Catarina, o deputado Bruno Souza, também do NOVO, aproxima-se dos números: são 147 mil seguidores e 2.3 milhões de curtidas, mas isto após 4 anos de mandato no Estado.

Pavanato, porém, ainda é superado apenas por uma única estrela do meio liberal: O deputado Kim Kataguiri, com 325 mil seguidores e mais de 5 milhões de curtidas.

De qualquer forma é inegável admitir que o jovem Lucas Pavanato se tornou um fenômeno na rede social mais popular do momento. Pré-candidato, a dúvida é se os números se reverterão em votos em outubro deste ano. Seja como for, ganha o liberalismo, cada vez mais propagado entre os jovens do nosso país. Agora é esperar para ver.

Foto: Reprodução. 

PUBLICIDADE