fbpx

Presidente do Chile critica lideranças latinas pró-Rússia

Boric disse que é preciso condenar claramente o que chamou de "imperialismo russo"
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Compartilhe

Gabriel Boric, presidente do Chile, criticou lideranças latino-americanas que insistem na posição pró-Rússia no conflito com a Ucrânia, durante a Cúpula Celac-UE nesta terça-feira (18).

Leia também: Lula diz que quer priorizar empresas brasileiras em acordo com UE

“É importante que a América Latina diga claramente que o que está acontecendo na Ucrânia é uma guerra de agressão Imperial, inaceitável e que viola o direito internacional”, disse.

Boric disse ainda que a declaração conjunta do evento está travada porque países não querem reconhecer que existe uma guerra na Ucrânia. O presidente brasileiro, Luis Inácio Lula da Silva, participa do evento.

Internautas repercutiram as declarações do presidente chileno. “Até o Boric, que tem os dois pés esquerdo, conseguiu ser mais sensato que o Lula e condenou a invasão da Ucrânia pela Rússia”, disse um dos perfis.

Leia também:  O silêncio dos inocentes

“Agora sim toda a esquerda-século-19 vai chamar o Boric de direita. Não só criticou a Rússia, como a chamou de “imperialista”. Na cabeça dos sabichões, só existe imperialismo americano e colonialismo europeu”, comentou um jornalista.

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?