fbpx

CEO do Millenium defende vouchers para saúde e educação

Foto: Reprodução/Instituto Millenium
Durante o discurso, o líder do think tank citou como exemplo o programa Bolsa Família

O CEO do Instituto Millenium, Diogo Costa, defendeu a criação de uma rede de proteção social baseada em benefícios e vouchers para ampliar o acesso a serviços essenciais. Tais benefícios melhorariam setores como da saúde e da educação, e preservaria o direito de escolha dos indivíduos. A defesa foi feita no Fórum da Liberdade, nesta quinta-feira (13), em Porto Alegre. Na prática, segundo ele, os vouchers são auxílios financeiros do governo destinados a população, para que cada pessoa possa escolher como usar o recurso, dentro de suas reais necessidades.

“O que eu proponho aqui é a estruturação de uma nova rede de proteção social baseada em vouchers para saúde e educação e benefícios flexíveis, para que a gente possa colocar o poder da escolha no centro da democracia liberal”, afirmou o CEO. Dessa forma, “quem vai arcar com as consequências, deve fazer a escolha”, completou.

Durante o discurso, o líder do think tank citou como exemplo o programa Bolsa Família. A iniciativa do governo federal garante renda básica a famílias beneficiárias, permitindo que cada uma faça suas próprias escolhas de compra, sem interferência estadal.

Replicar boas ideias

Na avaliação dele, poderiam ampliar os vouchers para outros setores, como a saúde e a educação. “Um voucher ou uma conta de saúde podem ser mais baratos para o poder público e mais interessantes para pessoa que está precisando de atendimento”, afirmou. Neste tipo de sistema, o voucher, pago pelo governo, poderia ser usado pela população para escolher planos de saúde privados ou serviços médicos particulares.

Para a educação, ele entende que o Estado poderia subsidiar a educação básica, assim como faz com o ensino superior. Com repasse do governo, alunos originalmente da escola pública poderiam estudar em escolas particulares.

O Fórum da Liberdade é considerado um dos principais encontros pró-liberdades individuais do mundo. O evento, que acaba nesta sexta (14), reúne especialistas para discutir sobre economia, política, liberdade individual, agronegócio, empreendedorismo, entre outros temas.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?