fbpx

STF determina filiação partidária em eleições em Alagoas

Liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes determina que sejam observadas as mesmas regras de elegibilidade no estado

A notícia de que estavam sendo permitidas as inscrições de candidaturas independentes na eleição indireta ao Governo de Alagoas durou pouco. [1]

Nesta segunda-feira (9), o ministro Gilmar Mendes , do STF, determinou, de acordo com o “UOL”, novas regras para a disputa após ação do PP apoiada pelo PSB e pela União Brasil.

Além da obrigatoriedade das condições constitucionais de elegibilidade – leia-se, filiação partidária -, o ministro também defendeu que seja eleita uma chapa conjunta de governador e vice-governador.

O favorito para a eleição indireta é o deputado estadual Paulo Dantas (MDB), apoiado pelo senador Renan Calheiros e por Renan Filho, que renunciou ao governo para disputar o Senado.

Compartilhe essa notícia:
Leia também:  Financial Times destaca corrupção e sensação de impunidade no Brasil

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?