fbpx
PUBLICIDADE

MPF investiga possível abuso de autoridade durante manifestação anti-Bolsonaro

Durante visita do presidente à Rondônia, manifestantes ergueram cartazes de protesto; vídeos mostram policiais pedindo para que baixassem os cartazes
Prédio do Ministério Público Federal, em Brasília (DF) (Foto: Divulgação)
PUBLICIDADE

Uma ação de agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em manifestação de oposição ao presidente Jair Bolsonaro realizada em Rondônia está sendo investigada pelo Ministério Público Federal (MPF). O órgão abriu a investigação nesta sexta-feira (4). [1]

PUBLICIDADE

O motivo da apuração é a existência de vídeos mostrando os policiais pedindo para os manifestantes baixarem cartazes durante a visita do presidente da República ao estado. O MPF quer saber se houve abuso de autoridade por parte dos policiais. As imagens “podem indicar intimidação”, segundo o órgão.

“O regime democrático assegura a livre manifestação do pensamento, podendo os cidadãos se manifestarem pacificamente em desfavor de agentes públicos, políticos. Nos vídeos divulgados há um aparente abuso de autoridade por parte de agentes da PRF com ameaça de condução por desacato, medida desproporcional à manifestação ordeira exposta com faixas em calçadas da via pública”, alegou o procurador da República, Raphael Bevilaqua.

PUBLICIDADE

Leia também:  Bolsonaro anuncia novo corte no IPI, mas sem contemplar todas as categorias

O procurador enviou um ofício à superintendência da PRF com questionamentos sobre a operação policial durante a manifestação. O documento questiona se os manifestantes favoráveis ao presidente receberam o mesmo tratamento, se houve ordem superior para conter os cartazes, entre outras perguntas.

“Sobre a ação do Ministério Público Federal, até o seguinte momento não recebemos nenhuma notificação oficial. Visto isso, não podemos fazer qualquer tipo de manifestação”, informou a secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec). A PF afirmou que o caso está sob responsabilidade de sua direção geral em Brasília.

Compartilhe essa notícia:

APOIO

Obrigado por ter lido até aqui.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?