fbpx

Prefeito do Rio, Eduardo Paes decreta passaporte de vacinação

Inicialmente, limitações se aplicam a estabelecimentos como museus, academias, estádios, cinemas e teatros, mas sem previsão para bares e restaurantes

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), publicou nesta sexta-feira (27) no Diário Oficial decretos relativos à imposição de normas que restringem o acesso de cidadãos que não se vacinaram em estabelecimentos e serviços oferecidos pela cidade.

Entre os decretos, está a condicionalidade no acesso a cirurgias de caráter eletivo no SUS, bem como o ingresso em academias de ginásticas, piscinas, estádios, cinemas, teatros, atividades de entretenimento, além de restrições aos locais de visitação turística e de conferências.

Segundo a norma, caberá aos próprios estabelecimentos o “controle de entrada de cada indivíduo nas suas dependências mediante apresentação de comprovante vacinal, juntamente com identidade com foto”, sendo ainda prevista a fiscalização por parte da Prefeitura quanto ao cumprimento das normas.

O prefeito Eduardo Paes também condicionou a participação do programa assistencial “Cartão Família Carioca” à comprovação de vacinação.

Os decretos, contudo, não abordam regras de acesso a restaurantes e bares. O tema, que chegou a ser esboçado pela Prefeitura de São Paulo, gerou polêmica entre representantes do setor e fez a capital paulista recuar.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?