fbpx
PUBLICIDADE

São Paulo exigirá vacinação para frequentar restaurantes, bares e shoppings

Cidadãos precisarão baixar aplicativo e apresentá-lo ao entrar em estabelecimentos comerciais em ambiente fechado
Centro de São Paulo antes da quarentena (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)
PUBLICIDADE

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), anunciou nesta segunda-feira (23) que o município limitará o acesso a ambientes comerciais fechados a apenas adultos vacinados. A informação foi publicada pelo jornal “Agora São Paulo”. [1][2]

PUBLICIDADE

A medida valerá para restaurantes, bares e até shoppings centers. A Prefeitura pretende lançar um aplicativo que facilitará o controle de acesso pelos estabelecimentos comerciais.

Caso seja verificado a presença de alguém sem o passaporte de vacinação, uma multa poderá ser aplicada ao estabelecimento.

PUBLICIDADE

O anúncio ocorre após a capital paulista ter completado o calendário com a vacinação de todos os adultos. O passaporte de vacinação, por sua vez, tem sido discutido em diversos lugares do mundo, apesar de polêmico.

Nos Estados Unidos, a medida sofre oposição de políticos e governos republicanos. No Brasil, o Senado chegou a aprovar a previsão do certificado de vacinação proposta pelo senador Carlos Portinho (PL/RJ). Agora, a medida tramita na Câmara.

Leia também:  Prefeito do Rio, Eduardo Paes decreta passaporte de vacinação

+ Entrevista com o senador Carlos Portinho, defensor do passaporte de vacinação

+ COLUNA: “Vacinas sim, passaporte sanitário não!”

PUBLICIDADE

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama