fbpx
PUBLICIDADE

Bolsonaro propõe ação contra inquéritos de ofício, diz jornal

Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) foi proposta pela Advocacia-Geral da União em momento em que o presidente passa a ser investigado
Bolsonaro em transmissão ao vivo (Foto: Reprodução/Youtube)
PUBLICIDADE

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) decidiu propor, por meio da Advocacia-Geral da União, uma Ação de Descumprimento de Preceito Fundamento (ADPF) no Supremo Tribunal Federal contra inquéritos abertos de ofício, isto é, sem provocação de órgão acusatório (Ministério Público). [1][2]

PUBLICIDADE

A informação, publicada pelo jornal “O Globo”, é que a ação pede que, até o julgamento da pauta no plenário, um artigo previsto no regimento interno da corte seja suspenso. O Boletim da Liberdade buscou ter acesso à íntegra documento, mas não conseguiu.

No contexto, está o inquérito das fake news, aberto por ofício por determinação do Supremo Tribunal Federal e que implica, diretamente, o presidente Jair Bolsonaro e seu grupo político.

PUBLICIDADE

Leia também:  Bolsonaro sanciona revogação da Lei de Segurança Nacional, mas impõe vetos

A medida investiga eventual coordenação com objetivo de caluniar, difamar e injuriar o STF e seus ministros, mas não foi provocada pelo Ministério Público, o que suscitou controvérsias entre juristas.

Desde a polêmica transmissão em que Bolsonaro teceu ataques e insinuações contra o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e, pessoalmente, ao presidente da corte, Luís Roberto Barroso, o presidente passou a ser incluído no processo.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama