fbpx
PUBLICIDADE

Amoêdo comenta decisão do TSE contra Bolsonaro

Na avaliação do fundador do Partido Novo, a corte "cumpre o seu papel" ao determinar inquérito administrativo e notícia-crime
(Foto: Marcos Corrêa / Wikimedia)
PUBLICIDADE

Um dos principais nomes do meio liberal, João Amoêdo (NOVO) comentou nas redes sociais na noite desta segunda-feira (2) a notícia de que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu tomar medidas após o aumento do nível de hostilidade do presidente Bolsonaro sobre o processo eleitoral.

PUBLICIDADE

“O TSE cumpre o seu papel e não se inimida frente as ameaças e ataques de Bolsonaro”, escreveu. [1]

PUBLICIDADE

Como noticiado pelo Boletim da Liberdade, mais cedo, o Tribunal Superior Eleitoral tomou duas medidas que podem atingir em cheio o presidente.

A primeira foi a abertura de um inquérito administrativo “para avaliar o ataque à legitimidade das eleições”.

O inquérito é aberto menos de uma semana após o presidente Jair Bolsonaro fazer uma dura transmissão ao vivo com insinuaçõess obre o processo eleitoral no Brasil e um dia após protestos eclodirem em defesa do voto impresso.

A segunda medida, por sua vez, foi o envio de uma notícia-crime ao ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news, no STF, com o conteúdo da live.

PUBLICIDADE

Amoêdo, por sua vez, é um dos principais nomes liberais críticos ao presidente Jair Bolsonaro. Ele também foi um dos primeiros defensores do impeachment do presidente.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama