fbpx
PUBLICIDADE

TSE surpreende e toma duas medidas contra insinuações de Bolsonaro

Tribunal Superior Eleitoral determinou inquérito administrativo para avaliar o ataque à legitimidade das eleições e enviou notícia-crime ao inquérito das fake news com live de Bolsonaro
Bolsonaro em transmissão ao vivo (Foto: Reprodução/Youtube)
PUBLICIDADE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) solicitou a abertura de um inquérito administrativo para avaliar o ataque à legitimidade das eleições. A informação foi confirmada em diversos veículos de comunicação na noite desta segunda-feira (2). [1][2][3]

PUBLICIDADE

A corte também enviou uma notícia-crime ao ministro Alexandre de Moraes, do STF, relator do inquérito das fake news, tendo como objeto o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) realizado na última semana com insinuações sobre as eleições.

Segundo o documento, pede-se a “apuração de possível conduta criminosa relacionada ao objeto do Inquérito nº 4.781/DF”.

PUBLICIDADE

De acordo com o jornal “Folha de S. Paulo”, as “duas decisões foram tomadas por unanimidade pela corte eleitoral”.

Leia também:  Deputado do NOVO protocola projeto para suspensão de aumento do IOF

Na prática, o presidente Jair Bolsonaro e seu comportamento podem entrar no rol de investigações da corte.

Contexto

Ao longo das últimas semanas, houve um aumento de tensão em relação à pauta do voto impresso em paralelo às urnas eletrônicas.

Defensor do modelo, o presidente Jair Bolsonaro hostilizou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, e havia prometido comprovar supostas fraudes nas eleições em transmissão ao vivo.

PUBLICIDADE

Na live, no entanto, Bolsonaro mostrou apenas reportagens e vídeos disponíveis na internet, boa parte já rebatida pela própria corte, e não apresentou prova cabal de fraude, conforme havia criado expectativa.

No último domingo (1º), manifestantes apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro foram às ruas defender o modelo.

Leia também:  Bolsonaro reúne multidão e ameaça desobedecer STF em discurso inédito

+ Amoêdo, Kim, Livres e NOVO criticam transmissão de Bolsonaro

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama