fbpx
PUBLICIDADE

Sem mencionar nomes, Bolsonaro reage à manifestação racista do presidente da Argentina

Presidente Alberto Fernández, de esquerda, havia afirmado, orgulhoso, que argentinos vieram do "barco" enquanto que brasileiros vieram "da selva"
Bolsonaro em Miami (Foto: Alan Santos / Presidência da República)
PUBLICIDADE

Sem mencionar nomes, o presidente Jair Bolsonaro reagiu na noite desta quarta-feira (9) ao comentário racista do presidente da Argentina, Alberto Fernández, sobre a origem dos brasileiros. [1]

PUBLICIDADE

“Selva!”, escreveu Bolsonaro nas redes sociais, com uma foto sua com um grupo de indígenas. A expressão também é um grito tradicional no meio militar.

PUBLICIDADE

Nesta quarta-feira (10), Alberto Fernández havia se vangloriado da origem europeia dos argentinos em declaração ao lado do primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez. [2]

“Mexicanos saíram dos índios, brasileiros saíram da selva, mas nós, os argentinos, chegamos de barcos que vinham da Europa. E assim construímos nossa sociedade”, disse o argentino.

Leia também:  Bolsonaro recua no tom em declaração oficial: 'calor do momento'

Devido à repercussão negativa da declaração, considerada racista, Fernández explicou nas redes sociais que sua afirmação se devia ao fato de os argentinos terem recebido milhões de imigrantes que “conviveram com nossos povos originários” e que tinha “orgulho da diversidade”. [3]

Ele também pediu desculpas aos que se sentiram ofendidos com a frase e afirmou que não tinha a intenção de ofender.

PUBLICIDADE

Reações

A declaração do argentino gerou reações entre brasileiros. O perfil “Caneta Desesquerdizadora”, mantido por ativistas liberais, ironizou a declaração. [4]

“A última vez que chegaram barcos da Europa, a Argentina perdeu as ilhas Malvinas e não resistiu três meses”, disse o perfil, em espanhol, para provocar o presidente argentino.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), por sua vez, disse nas redes sociais que “o barco que está afundando é o da Argentina”. [5]

PUBLICIDADE

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?