fbpx

Amoêdo: pré-candidatura de Mitraud é ‘movimento mais da bancada’

Pré-candidato à presidência da República pelo NOVO concedeu entrevista ao jornal "O Estado de S. Paulo" e disse que, na sua avaliação, a definição do partido já "está dada"

Pré-candidato já anunciado à presidência da República pelo Partido Novo, João Amoêdo afirmou em entrevista publicada neste domingo (6) no jornal “O Estado de S. Paulo” que o movimento de apoio à participação do deputado federal Tiago Mitraud (NOVO/MG) no processo seletivo para a disputa ao Planalto vem “mais da bancada”.

“O NOVO sempre acompanhou o estatuto. A definição da candidatura é feita pelos diretórios estaduais e pelo nacional. São 40 pessoas que votam nesse processo. Há duas semanas, recebi um convite de 36 dos 40 para ser o pré-candidato. Depois de refletir bastante, dei a resposta. Do meu ponto de vista, a definição está dada”, disse.

Perguntado pelo jornal se estaria disposto a disputar prévias, Amoêdo mostrou-se pouco receptivo.

“O convite que foi feito é para ser pré-candidato, não para disputar prévias. Em tese, o partido fez seleção, avaliou e os 20 diretórios fizeram essa definição”, disse. [1]

Repercussão

Quem também vem se manifestando no sentido de que a definição já foi dada é o ex-presidente do NOVO, Moises Jardim, atual secretário nacional de finanças da sigla.

Nas redes sociais, em postagem pública, Jardim respondeu a questionamentos sobre a inclusão de mais nomes, dizendo que “o partido já fez esta avaliação” e que ele “e mais de 90% dos convencionais já fizemos nossa escolha”.

Jardim também pontuou que “convidar outros nomes é um absurdo completo e só serve aqueles que desejam dividir o partido”. [2]

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?