fbpx
PUBLICIDADE

Com base na Lei de Segurança Nacional, policiais prendem cidadão com cartaz contra Bolsonaro

Caso ocorreu em Goiás e cidadão foi conduzido à Polícia Federal, onde foi ouvido e liberado; Governo de Goiás classificou episódio como "lamentável"
PUBLICIDADE

A Lei de Segurança Nacional, de 1983, que prevê pena de detenção a quem caluniar chefes de poderes, como o presidente da República, foi usada por policiais militares de Goiás nesta segunda-feira (23) contra um cidadão que protestava contra Jair Bolsonaro (sem partido).

PUBLICIDADE

De acordo com o divulgado pela “Folha de S. Paulo” e repercutido em vídeos que circularam na internet, policiais impediram que um professor trafegasse com um carro com os dizeres “Fora Bolsonaro Genocida” no capô. O cidadão, por sua vez, seria ligado ao PT.

“Genocídio é crime. O senhor está dizendo que ele [Bolsonaro] é um criminoso”, afirmou o policial militar, após ler a lei para o cidadão, que não retirou suas palavras, tampouco o cartaz.

PUBLICIDADE

Leia também:  Bolsonaro assina Medida Provisória que altera Marco Civil da Internet, anuncia Secom

Detido, o cidadão teria sido levado, inicialmente, a uma delegacia da Polícia Civil de Trindade (GO), mas houve recusa no local de se lavrar o flagrante. Na sequência, o cidadão teria sido conduzido pelos policiais militares à Polícia Federal, onde teria sido ouvido e, na sequência, liberado.

Em nota, o Governo de Goiás classificou o episódio como “lamentável” e anunciou o afastamento do policial militar “de suas funções operacionais”, informando ainda que o servidor responderia “inquérito policial para apuração de sua conduta”. [1][2]

+ Aprovado na Câmara, projeto quer substituir Lei de Segurança Nacional

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?