fbpx
PUBLICIDADE


Bolsonaro garante imposto zero para importação de alguns tipos de arma

Abertura do mercado nacional de armas de fogo vem sendo defendida desde a campanha eleitoral e é mais um esforço do governo federal no sentido de tornar acessível o armamento pessoal ao cidadão brasileiro

- Publicado no dia
Jair Bolsonaro em entrevista ao SBT (Foto: Reprodução/SBT)

Cumprindo a promessa de campanha de abrir o mercado nacional de armas de fogo, o presidente Jair Bolsonaro publicou nesta quarta-feira (9) a decisão de zerar, a partir de janeiro, o imposto de importação para pistolas e revólveres. [1]

Até então, a alíquota praticada era de 20%. A medida não valerá para espingardas e carabinas. [2]


PUBLICIDADE



Desde o início do mandato, o presidente tem defendido maior flexibilização na posse e na porte de armas de fogo, facilitando o acesso de armas de fogo no país. Dentre as medidas que já entraram em vigor, estão a flexibilização do que é compreendido como “efetiva necessidade”, dado os índices de violência alarmantes no país. Por outro lado, algumas medidas acabaram sendo freadas no Congresso. [3]

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.