fbpx
PUBLICIDADE

Olavo pede que Bolsonaro defenda ‘os mais fiéis amigos’ ou renuncie

Duro recado do filósofo é, para analistas, um sinal claro de insatisfação da ala ideológica aos recentes movimentos (ou a falta deles) do presidente; em geral, há queixas em não haver defesa de aliados encrencados
Olavo de Carvalho (Foto: Reprodução/YouTube)

Olavo de Carvalho (Foto: Reprodução/YouTube)

O presidente Jair Bolsonaro tem sido cada vez mais questionado por parte da ala ideológica de viés conservador que o circunda. Prova disso é que, nesta quarta-feira (25), o próprio filósofo Olavo de Carvalho deixou um duro recado nas redes sociais:

“Bolsonaro: Se você não é capaz nem de defender a liberdade dos seus mais fiéis amigos, renuncie a vá para casa antes de perder o prestígio que em outras épocas soube merecer”, escreveu.

O comentário teve, até a publicação desta matéria, mais de 10 mil curtidas. Embora não tenha citado nomes, é provável que faça referência a alguns dos apoiadores do presidente que sofreram sanções da justiça, caso do Sarah Winter e Oswaldo Eustáquio.





Este último foi posto, no início do mês, por determinação do STF, em prisão domiciliar após sugerir, sem provas, que uma empresa prestadora de serviços à campanha de Guilherme Boulos (PSOL) à Prefeitura de São Paulo seria de fachada. O principal argumento utilizado pelo influenciador é que o endereço do contrato social encontra-se desatualizado.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama