fbpx
PUBLICIDADE


Lula assume ‘frustração’ e ‘decepção’ após perceber que Battisti mentiu

Foi no governo Lula em que o italiano militante de esquerda obteve o status de exilado político e livrou-se de ser deportado à Itália, onde havia sido condenado por assassinato

- Publicado no dia
Cesare Battisti (Foto: Reprodução / Cronachedi)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse em entrevista ao vivo nesta sexta-feira (21) que “ficou frustrado e decepcionado” após a confissão do italiano Cesare Battisti de que não era inocente.

Foi no governo Lula em que Cesare obteve o status de exilado político e livrou-se de ser deportado à Itália, onde havia sido condenado por assassinato.

“O [ex-ministro da Justiça] Tarso Genro acreditava que ele fosse inocente. Ele disse que ‘não dava para mandar ele embora porque ele seria detonado na Itália e ele é inocente’. Toda a esquerda brasileira, os companheiros sabem, muitos partidos e personalidades de esquerda, todos defendiam que o Battisti ficasse aqui”, justificou-se Lula, que frisou não ter conhecido pessoalmente o italiano.


PUBLICIDADE



O petista também afirmou que a postura do terrorista “comprometeu um governo que tinha uma relação extraordinária com toda esquerda italiana” e lamentou-se pelo fato de Battisti ter faltado com a verdade com seus “amigos”. “Não precisaria ter mentido. Ao menos para quem estava querendo acreditar nele”, pontuou.

“Eu não teria nenhum problema de pedir desculpas à esquerda italiana, à família do Cesare Battisti, por ele ter praticado o crime que cometeu e ter enganado muita gente no Brasil. Não sei se enganou muita gente na França, mas tinha muita gente que achava que ele era inocente. Se nós cometemos esse erro, nós pediremos desculpas, não tenho dúvida nenhuma”, disse.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.