fbpx
PUBLICIDADE

Governo deve propor formalmente reforma tributária na terça

Informação foi dada durante transmissão ao vivo feita à XP Investimentos; texto do governo deve ir ao encontro da proposta mais sólida no Congresso de instituir um Imposto sobre Valor Agregado
Paulo Guedes (Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil)
Paulo Guedes (Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil)

Uma das reformas econômicas mais importantes do país deve avançar na próxima terça-feira (21). Essa foi a data em que o ministro da Economia, Paulo Guedes, previu que será apresentado o texto do governo relativo à reforma tributária ao presidente do Senado, David Alcolumbre (DEM/AP).

De acordo com o site O Antagonista, que acompanhou uma transmissão ao vivo de Guedes à XP Investimentos, a reforma se baseará na criação de um Imposto sobre o Valor Agregado (IVA) para substituir o PIS/Cofins.

Posteriormente, afirmou o ministro, o governo deve enviar mais partes para a reforma, como a “redução do imposto de renda sobre a pessoa jurídica” para, por outro lado, incluir alguma nova forma de tributação sobre dividendos – pauta de Guedes desde a campanha eleitoral.





No momento, o projeto de proposta mais avançado é a Proposta de Emenda Constitucional 45/2019, de autoria do deputado federal Baleia Rossi (MDB/SP) e que está sendo avaliada na Comissão Especial da Reforma Tributária, no Congresso Nacional.

+ Equipe econômica segue estudando futura proposta de imposto sobre movimentações financeiras





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama