fbpx
PUBLICIDADE


Eduardo Bolsonaro diz que Joice Hasselmann trabalha contra Bolsonaro

A escalada de tensão interna ao partido do presidente Jair Bolsonaro levou seu filho e deputado por São Paulo a atacar a ex-líder do governo no Congresso

- Publicado no dia
Imagem comparando Joice Hasselmann a nota de três reais compartilhada por Eduardo Bolsonaro (Foto: Reprodução/Instagram)

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) publicou em seu Instagram nesta sexta-feira (18) um ataque à deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), destituída pelo presidente Jair Bolsonaro da liderança do governo no Congresso. Ele compartilhou uma montagem que a compara a uma nota de três reais e disse que ela trabalha contra o presidente da República. [1]

“Ainda bem que é a inteligência emocional do PR (presidente da República) que é -20… Se acha a dona de tudo, “porque EU aprovei”, “porque EU isso”, “EU aquilo”, “EU sou mais filha do que os filhos do presidente”, “EU sou a Bolsonaro de saias”, mas correu a noite coletando assinaturas para termos Delegado Waldir de líder”, ironizou Eduardo, no auge da crise em que o delegado é acusado de orientar obstrução à medida provisória enviada pelo presidente.


PUBLICIDADE



“Foi além”, ele insistiu. “Tirou da CPMI da Fake News os mais combatentes deputados, Filipe Barros e Caroline de Toni, nesta CPMI que visa apenas desgastar o governo. Ou seja, (no) final das contas estão todos trabalhando contra o cara que os elegeu, mas pela frente dizem que estão com Bolsonaro e postam fotos com ele – se não precisavam de Bolsonaro por que se filiaram ao partido dele na eleição? Não há mais espaço para ingenuidade”, acusou.

Depois de se tornar alvo de críticas como essa, Joice Hasselmann ameaçou: “sei o que fizeram no verão passado”. Ela acrescentou que a foto que a compara a uma nota de três reais é um “presentinho da milícia digital”. [2]

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.