fbpx
PUBLICIDADE


Governo lança site e primeiros filmes para divulgar pacote anticrime: confira

Uma das apostas do governo federal para combater a violência no Brasil, pacote anticrime tem campanha com ênfase no combate à impunidade no país; em sua fala, Bolsonaro destacou frequente morte de policiais

- Publicado no dia
Lançamento do Pacote Anticrime, em Brasília (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

Após críticas de que o governo federal não estava divulgando adequadamente sua agenda de combate à violência, uma das principais expectativas criadas para a gestão Jair Bolsonaro, foi lançada nesta sexta-feira (3) no Palácio do Planalto a primeira campanha de comunicação do pacote anticrime.

Além de um site que explica de modo mais didático os principais pontos da proposta do governo, filmes de publicidade comporão a campanha.


PUBLICIDADE



Nos vídeos, que já estão sendo exibidos em canais de televisão, há relatos de vítimas de crimes e, em off, a presença de uma narração que repete, entre outros pontos, que “quando a lei não é rigorosa, quem é punida é a vítima” e que “a lei tem que estar acima da impunidade”.

Em sua fala, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que quer “mudar a legislação para que a lei seja temida pelos marginais e não pelo cidadão de bem”.

“Esse é o espírito da lei e o objetivo da propaganda do projeto anticrime”, disse o presidente mencionando a campanha anunciada no Planalto.

O ministro Sérgio Moro, da Justiça e Segurança Pública, destacou por sua vez o domínio que organizações criminosas tiveram nos últimos anos.

“Há algum tempo tínhamos certa percepção de que vivíamos em uma terra sem lei e sem Justiça. Vivenciamos nos últimos cinco anos, principalmente, revelações de um grande sistema de corrupção. Assistimos nos últimos 15 anos ao crescimento e ao fortalecimento de organizações criminosas no Brasil. Organizações que, muitas vezes, o Estado não tinha coragem de enfrentar”, disse.

Pacote Antcrime

Principal aposta do governo no combate à violência e ao crime organizado, o pacote é, na realidade, composto por três projetos de lei.

O primeiro deles é o PL 1.865 de 2019, que criminaliza o uso de caixa dois em eleições; o segundo, por sua vez, é o PL 1.864 de 2019, que estabelece medidas contra a corrupção, o crime organizado e os crimes praticados com grave violência; ao fim, há o PLC 89 de 2019, que estabelece regras de competência da Justiça comum e da Justiça eleitoral.

Vídeo 1

Vídeo 2

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.