fbpx
PUBLICIDADE


Jair Bolsonaro diz que vetará todos os pontos da lei do abuso de autoridade pedidos por Moro

O presidente decidiu acatar todas as ponderações do ministro e de outros técnicos do governo; segundo Bolsonaro, a “palavra final” é do Congresso

- Publicado no dia
(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Se existe alguma tensão entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, pelo menos ela não transpareceu nesta quarta-feira (4). O presidente informou através de suas redes sociais que acatará todos os pedidos do ex-juiz sobre a lei de abuso de autoridade.

“Ouvidos os ministros da Justiça, AGU, CGU e Secretário Geral, decidi acolher, integralmente, suas manifestações de vetos”, afirmou. “Com essa medida garantimos que a essência do projeto foi preservada, sem prejuízo a juízes, promotores, policiais e demais autoridades no exercício de suas funções”, justificou Bolsonaro.

Sérgio Moro havia pedido o veto a dez artigos, segundo Bolsonaro declarou na terça-feira (3). O presidente teria então já acolhido nove e estaria discutindo o décimo. No entanto, em conversa com jornalistas, Bolsonaro afirmou que faria quase vinte vetos.

“Contudo, a palavra final do projeto ficará sob a responsabilidade do Congresso democraticamente eleito”, sentenciou, enfatizando que o posicionamento definitivo cabe ao Poder Legislativo. Confira:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.