fbpx
PUBLICIDADE

Para criticar Bolsonaro, humorista chama de censura a liberdade de vaiar

Conhecido pelas imitações que faz da presidente Dilma Rousseff, o humorista Gustavo Mendes criticou nas redes sociais o presidente Jair Bolsonaro e sua legião de fãs, bem como vaias a Caetano Veloso e Roger Waters
Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook
PUBLICIDADE

O humorista Gustavo Mendes, conhecido pela imitação que faz da ex-presidente Dilma Rousseff, ganhou as manchetes nos últimos dias após ter seu show interrompido por simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro. A reação do artista nas redes sociais em defesa da liberdade de expressão, no entanto, acabou deixando os seus seguidores confusos.

PUBLICIDADE

Em vídeo divulgado no último sábado (31), Mendes afirma que o que aconteceu contra ele “não é um privilégio, mas uma nova onda de intimidação da liberdade de expressão”. “Roger Waters, do Pink Floyd, e até Caetano Veloso, foram vaiados“, citou como exemplo.

Na sequência, o humorista também criticou alunos que gravam professores “e que se acham no direito de serem uma patrulha ideológica”.

PUBLICIDADE

Leia também:  Com contas suspensas, Terça Livre ressurge com nova marca

“Nenhuma piada ou crítica pode determinar a censura à liberdade de expressão”, disse, colérico, prometendo “seguir firme sendo o Gustavo Mendes que sempre foi” e tendo o “amor sincero de quem admira o seu trabalho”. “Estou do lado certo da história”, garantiu.

Ao longo do vídeo, Mendes também criticou o governo Bolsonaro e afirmou, entre outros pontos, que a “Amazônia está sendo devastada” e que o governo não tem feito nada para reduzir a miséria. O vídeo já foi assistido mais de 2,4 milhões de vezes no Facebook.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?